Home
Como emagrecer no inverno!
Compulsão,vício por doces!
Emagrecer usando sua imaginação!
Laudo para cirurgia bariátrica
Livro Pense Magro - Judith Beck
Pensemagro
Depoimentos
Orientação on-line !
Pense Magro
Quem Somos
A profissional
História de Sucesso - Rejane Sbrissa
Tabelas
Obesidade
Cirurgia Bariátrica,quando o que se perde é mais que apenas peso.
O que é?
Você sofre de obesidade?
Obesidade Infantil
Obesidade na Adolescencia
Nutrição
Disturbios Alimentares
Você se Conheçe?
Auto Imagem
Fome Fisica x Fome Emocional
Como Emagrecer
Diabetes
Orientação Nutricional
Testes
Adolescentes
Pronto para Manter o Peso?
Sua Auto Imagem
Você se conhece?
Receitas Pense Magro
Fale Conosco
 
Nutrição - Dê uma ajudinha ao seu intestino
Dê uma ajudinha ao seu intestino
 
 Acredite, pequenas mudanças de habito podem fazer maravilhas ao seu organismo. Procure:

Ouvir seu corpo: O sistema nervoso pode também ser o responsável pelo intestino preso, já que o funcionamento intestinal recebe influência das emoções. Preste atenção no seu reflexo gastrocólico. Quando ele chegar obedeça.

Caminhar: Se não houver tempo para caminhar ao ar livre, faça-o dentro de casa mesmo, até o intestino funcionar. A inércia prejudica o funcionamento do intestino, ele fica mais preguiçoso e o numero de evacuações diminui.

Beber água: O aparelho digestivo suga mais líquido das fezes quando se ingere pouca água. Isso dificulta a progressão do bolo fecal e o habito de ir ao banheiro . O ideal é tomar de 6 a 10 copos de água por dia. O consumo de água também é importante para que as fibras trabalhem a favor de seu intestino, elas necessitam da ajuda do líquido que é fundamental para encharcá-las e evitar o endurecimento das fezes.

Alimentar-se: O reflexo do intestino começa a ser despertado após o café
da manhã, quando o estômago enche. Portanto nunca pule esta refeição. Líquidos frios, pela manhã, em jejum, também pode estimular o reflexo do intestino. No desjejum prefira café (sem exageros), leite, iogurte e frutas com ameixa, mamão, melão, melancia e pêra; pão integral. No almoço e jantar, sinal verde para as fibras vegetais encontradas na vagem, brócolis, repolho, alface, couve-flor e ervilha.

Não fazer intervalos grandes entre as refeições: É importante fazer de cinco a seis refeições diárias e também manter uma regularidade dos horários das refeições, ou seja, procurar fazê-las sempre no mesmo horário.

Evitar: A ingestão de excesso de calorias, abuso de doces e refrigerantes, excesso de frituras e gorduras e tomar muito laxante. Evite também sopa de cenoura, maça ralada ou banana-prata.

Enquanto os laxantes viciam os nervos do intestino, impedindo que eles se contraiam naturalmente, alimentos repletos de fibras ajudam as fezes a seguir seu caminho mais depressa. O mecanismo é bem simples. O tipo de fibras presente em alimentos como a ameixa não é digerido e, durante seu trajeto pelo corpo, absorve muita água, tornando o bolo fecal mais volumoso e macio. A consequência é que ele passa com maior facilidade pelo colón, localizado na parte final do intestino. Além disso, as partículas brutas dessas fibras ativam os reflexos dos nervos na parede desse órgão, provocando os movimentos que empurram as fezes. Para fazer seu intestino funcionar melhor consuma 3 ameixas secas por dia, ou deixe a fruta de molho em um copo de água durante a noite e beba o líquido logo pela manhã, se possível coma as ameixas.

Ingerir: Vegetais folhosos, aveia, farelo de trigo, legumes, frutas como ameixa preta, uva, kiwi, tangerina, morango, melancia, abacaxi, papaya, laranja com bagaço, leguminosas, pão e arroz integral.

Alerta: Caso as mudanças de horários e de alimentação não sejam suficientes p/ solucionar o problema, procure um médico. Não tome laxantes por conta própria.
 
 
Graziela Souza Brochim
Nutricionista
 
Doença celíaca
Lista de alguns alimentos industrializados sem glúten
Os benefícios da prática de atividades físicas
Alimentos para combater o mau humor
Dê uma ajudinha ao seu intestino
Café da manhã para beneficiar seu coração
Chocolates
 
 
 
 
 
Pense Magro - pensemagro@pensemagro.com.br - Todos os direitos reservados
Desenvolvido por Tudonanet